Home > O Islam> A Crença

 A Crença: Os Seis Pilares

 

1- Fé em Deus Único; Deus, Supremo, Eterno, Infinito, Todo-Poderoso, Clemente, Misericordioso, Criador, Sustentador... No Islam, Deus é a única divindade, não existe trindade ou alguma associação a Deus. Para saber mais sobre isso: 1) A Existência de Deus e Sua Unidade  e 2) Deus; Existência, Unidade e Atributos

2-  Fé nos anjos; Anjos, portadores da mensagem celestial, mensageiros que servem de intermediários ou de canal de comunicação da mensagem de Deus ao Seu mensageiro humano na terra, ou seja os Profetas. O muçulmano crê nos Anjos de Deus, estes são seres esplêndidos e puramente espirituais, cuja natureza não necessita de alimento, bebida ou descanso. Eles passam o dia e a noite ao serviço de Deus, são numerosos, e cada um deles tem o seu cargo e um certo dever. Se nós não podemos ver os Anjos a olho nú, isso não nega a existência e a realidade deles. Existem muitas coisas em que nós acreditamos na existência mas não as enxergamos, como alma, energia,ar etc.

 

3- Fé nas Escrituras Sagradas; O Alcorão Sagrado foi revelado ao Profeta Muhammad através do Anjo Gabriel (conhecido como anjo da revelação), sendo o último dos Livros Sagrados. Mas Deus, enviou outros Livros antes do Alcorão, entre eles são Livros de Abraão, o Torá de Moisés, Salmos de Davi e o Evangelho de Jesus (que a Paz esteja com todos eles). Acreditar em todos estes Livros como palavras de Deus, (originalmente, do jeito que foram revelados e sem alterações ) é uma das exigências da crença islâmica.

 

4- Fé nos Profetas; Um muçulmano acredita em todos os Profetas de Deus sem distinção alguma entre eles. É relatado que mais de 124 mil (e num outro relato 224 mil) profetas/mensageiros foram enviados para a Terra desde o primeiro profeta, Adão, até o último, Profeta Muhammad. Cada um deles foi escolhido por Deus para ensinar e transmitir à humanidade a Sua Divina Mensagem. Eles foram seres humanos no sentido material e viveram no mesmo mundo com as mesmas dificuldades/necessidades ou problemas. Mas no sentido espiritual eles foram sempre exemplos, sem nenhum pecado ou maldade. Mas jamais podemos alegar que foram divinos. Divindade pertence ao Deus Único. Os profetas foram enviados em várias épocas da história. Em algumas épocas Deus enviou, ao mesmo tempo, dois Mensageiros ou mais. O Sagrado Alcorão menciona 25 nomes de tais mensageiros/profetas: Adão, Enoc, Noé, Heber, Saleh, Abraão, Ismael, Lot, Isaac, Jacó, José, Jó, Jetro, Aarão, Moisés, Josue, Elias, Eliseo, Daví, Salomão, Jonas, Zacarias, João -o Batista-, Jesus -o Messias- e o selo dos profetas, o último dos Mensageiros enviado por Deus à humanidade, Muhammad. A aceitação do Jesus como um dos Profetas de Deus, faz parte da fé islâmica. Mas, levando a consideração que o nascimento dele (Profeta Jesus) foi um milagre, sem relação de algum homem com a Virgem Maria, mãe do Jesus. Assim Profeta Jesus é um dos mensageiros de Deus, e não filho de Deus. Deus não tem filhos. Nada e ninguém é comparável a Ele.

 

5- Fé na Pré-Destinação; Existem Decreto Divino e Livre Arbítrio Humano. Decreto Divino, também chamado de determinação e providência Divina, domina o universo, mas não cancela nosso livre-arbítrio. Uma vez que Deus está além do tempo e espaço e tudo está incluso em Seu Conhecimento, Ele engloba o passado, presente, e o futuro como um ponto unido e indivisível. Deus registrou tudo que vai acontecer até o Dia do Julgamento. Nós não fazemos algo porque Deus o registrou; Deus sabia de antemão o que faríamos e, por isso, o registrou. Nós temos livre-arbítrio, apesar de que não contribuirmos quase nada para nossos atos. Para informações mais detalhadas sobre isso: 1) Decreto e Destino Divinos e Livre-Arbítrio Humano, 2) Decreto Divino e Destino, 3) Destino e Livre-Arbítrio Humano, 4) Decreto e Destino Divinos, e Graça Divina

 

6- Fé na Ressurreição e no Dia do Juízo Final (Julgamento): A ressurreição é a vida do ser humano após a sua morte na Terra. Todos nós temos apenas uma vida na Terra, portanto a reencarnação ou várias vidas na Terra não são aceitas no Islam. Depois desta vida terrena aqui, todos morreremos e seremos ressuscitados e reunidos na praça do julgamento para que sejamos julgados.  Todos os atos e palavras de todas as pessoas são registrados, e todos prestarão conta de tudo que fizeram e disseram, diante de Deus. Para que nada seja omitido, de palavras ou atos, Deus destinou a cada um de nós, anjos que nos acompanham por todo tempo, registrando tudo o que fazemos e dizemos. Para mais informações sobre isso: 1) A Vida depois da Morte, 2) Argumentos para a Ressurreição