SURA 99

AZ-ZILZAL (O TERREMOTO)

Período Medina

 

Esta sura de 8 versículos foi revelada em Medina. Leva o seu nome da palavra “zilzál” (O Terremoto) no primeiro versículo. Ela está preocupada com alguns eventos importantes que acontecerão no Dia da Ressurreição.

 

 

Em Nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

 

1.Quando a terra for sacudida com um tremor violento destinado para o efeito;

 

2. E a terra descarregar os seus fardos;

 

3. E os humanos gritarem, “O que acontece com ela?” –

 

4. Nesse dia, ele contará todas as suas notícias,

 

5. Tal como o teu Senhor inspirou-a para fazer.

 

Os versículos são, tanto em texto e significado, possivelmente relacionados a grandes eventos durante a destruição final e reconstrução do mundo, ou podem estar se referindo a terremotos em geral. Durante a destruição final do mundo, a terra será abalada com um choque violento (Sura 56: 4) por um soar violento da Trombeta (Sura 79: 6). As montanhas serão como dunas de areias desfeitas (Sura 73: 14), e a terra estendida (Sura 84: 3), e lançar para a frente o que está nela e se tornar vazia (Sura 84: 4). E quando as sepulturas forem revolvidas (e derramarem o seu conteúdo) (Sura 82: 4). Em suma, durante essa destruição, o que está na terra - minas, tesouros e cadáveres - vão ser jogados fora. Então, o primeiro soar da Trombeta será seguido por um segundo (Sura 79:7), O dia em que sairão de seus túmulos apressadamente, como se estivessem correndo para um Grande Encontro (Sura 50: 44; 70:43). Os incrédulos vão testemunhar a destruição do mundo, e eles serão muito abalados também pelo segundo soar da Trombeta e avivamento. Assim, os incrédulos virão a entender a verdade do Dia do Juízo Final, e tudo sobre ele será revelado a eles. Eles também irão ver a verdade do que os Mensageiros trouxeram de Deus. Depois da Ressurreição, a terra irá relacionar todas as ações feitas sobre ela durante a vida terrena, com Deus, fazendo-a falar, literalmente, de alguma forma, como Ele também fará os órgãos corporais humanos falarem contra os seres humanos (Sura 41: 20-21, Nota 6). O que quer que os seres humanos sofram é geralmente o resultado de seus pecados e falhas - de sua rebelião contra Deus em seus mandamentos ou leis da Religião e da vida. Assim, um terremoto, embora geralmente, faz com que alguns tesouros serem revelados e fontes térmicas se formarem, também informa os seres humanos e os adverte contra os seus pecados e falhas - além de testar sua vontade de voltar a Deus como sua única fonte de misericórdia e de reconhecer o poder de Deus em suas vidas. Como é entendido a partir de alguns versículos do Alcorão (Sura 17: Sura 44; 41: 21), até mesmo objetos inanimados têm alguma vida, ou eles têm um espírito especial para si que os representa. Então, eles são diretamente afetados pelas obras dos seres humanos. Portanto, não é incorreto interpretar estes cinco versículos desta Sura como se referindo também a todos os terremotos que ocorrem no mundo inteiro.

 

6. Nesse dia, todos os seres humanos sairão em diferentes grupos, para lhes serem mostradas as suas obras (que eles fizeram no mundo).

 

Todos irão para a Suprema Corte ou Supremo Tribunal sozinhos e serão questionados sobre as suas obras (Sura 6: 94; Sura 18: 48). Eles também serão divididos em povo do Paraíso e povo do Inferno. Os habitantes do Paraíso serão de dois grupos principais: aqueles que estão mais próximos de Deus, e os outros. Durante um estágio, ou por parte do Dia da Ressurreição, as pessoas serão chamadas em grupos, cada uma depois de seu líder (Sura 17: 71). O versículo abrange todos esses significados.

 

7. E assim, quem tiver feito o bem do peso de um átomo, vê-lo-á;

8. E quem tiver feito o mal do peso de um átomo, vê-lo-á.

 

Qualquer que seja que a pessoa faça, não passa despercebido por Deus. Ele tem gravado tudo o que as pessoas fazem. Tanto neste mundo como no Outro, todo mundo vai ver e receber as consequências de seus atos. Este é o princípio básico de crença na justiça de Deus e na Outra Vida. Os crentes receberão a recompensa de suas (religiosamente) boas ações na Outra Vida, apesar de Deus não os deixar sem recompensa, mesmo neste mundo. Mas os incrédulos receberão a recompensa de suas boas ações só neste mundo, e a recompensa por suas más ações é geralmente adiada para a Outra Vida, mesmo que às vezes possam sofrer por alguns dos seus atos neste mundo. No Outro Mundo, a cada pessoa serão exibidos todos os seus atos, até os menores. No entanto, como Deus perdoa e tolera muitos dos males das pessoas neste mundo, exceto a descrença e a associação de parceiros a Ele, Ele também irá perdoar alguns males de Seus servos crentes na Outra Vida.