SURA 87
AL-A’LA (O ALTÍSSIMO)
Período de Meca

Revelada em Meca, esta Sura de 19 versículos deriva seu nome da palavra al-a’la (o Altíssimo) no primeiro versículo. Concentra-se no poder de Deus, na Unicidade e na Revelação, e contém alguns conselhos sobre o observar as condições adequadas e maneiras para a pregação e admoestação.

 

Em Nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

 

1. Glorifica o nome do teu Senhor, o Altíssimo,

 

2. Que criou e modelou em devidas proporções,

 

3. E Quem determinou (a vida particular, a natureza e o objetivo de cada criatura), e guiou (para o cumprimento dessa meta);

 

4. E quem faz brotar o pasto,

 

5. Em seguida, transforma-o em palha de cor escura.

 

Os intérpretes do Alcorão encontram referências ao carvão e ao petróleo, neste versículo, porque as palavras originais que foram traduzidas como a palha de cor escura conotam esterca, carvão, e pilhas de feno carregadas por uma inundação.

 

6. (Para a orientação da humanidade,) Vamos estabelecer o Alcorão em teu coração e irás recitá-lo (para outros), assim não vais esquecer (nada disso),

7. Exceto o que Deus desejar. Certamente Ele sabe tudo o que é manifesto e tudo o que é oculto (incluindo o seu estado exterior e interior).

 

Muitos intérpretes do Alcorão certamente tomam essa exceção como relacionada à regra da revogação declarou em 2: 106: “Nós não revogamos qualquer versículo ou o omitimos (deixando que seja esquecido), sem substitui-lo com um melhor do que ele igual (mais adequado para o momento e as condições em curso de aperfeiçoamento da Religião e completando Nosso favor sobre vós) Tu não sabes (e certamente sabes) que Deus tem poder total sobretudo? O versículo não significa que há algo do Alcorão que Deus fez o Mensageiro (Deus o abençoe e lhe dê paz) esquecer. Em vez disso, essa exceção é como exceção no versículo 11:108: ver a nota correspondente 24. Ele veio sublinhar que tudo depende da Vontade Absoluta de Deus.

 

8. Vamos orientar-te para o caminho mais fácil (em todos os teus assuntos).

 

9. Então, lembra-lhes e os instrui (na verdade), em caso da advertência e instrução sejam proveitosas,

 

O Alcorão diz que a instrução e lembrar vão ser de utilidade para os crentes (Sura 51: 55), e aqueles que temem a Deus receberão instrução e admoestação (isso ocorre no próximo versículo nesta Sura). E é dito ao Mensageiro

para se afastar daqueles que decisivamente se afastam do Livro e da lembrança de Deus, e que visam e nada desejam além da vida deste mundo (Sura 53:29). Então, um instrutor ou pregador deve observar se instruir ou pregar será de uso, e em que circunstâncias e para quem será de uso. No entanto, deve ser salientado que o ensino e a pregação nunca serão inúteis, principalmente quando feito por pessoas sinceras como os Profetas. Assim, o versículo também implica que devemos tentar dar instruções construtivas e pregações.

 

10. Lembrar-se-á quem teme a Deus.

 

11. Mas o mais perverso permanecerá distante dela -

 

12. Ele vai entrar no Grande Fogo (do Inferno) para queimar-se.

 

13. Ele não irá morrer ali (para ser salvo do castigo) nem viverá.

 

14. Próspero de fato é aquele que se purifica (dos pecados, e de sua riqueza, gastando na causa de Deus e com os necessitados);

 

15. E quem menciona o nome de teu Senhor e pratica a oração.

 

De acordo com algumas tradições proféticas, há nos dois últimos versículos uma alusão à esmola a ser realizada antes de ‘Id al-Fitr (a comemoração religiosa do fim do Ramadan), e da oração congregacional nesse dia, que mais tarde seria prescrito em Medina (at-Tabari, ar-Razi, e al-Qurtubi na interpretação deste versículo).

 

16. Mas vós (humanos) estais dispostos a preferir a vida deste mundo;

 

17. Enquanto a Outra é melhor e mais duradoura.

O Outro Mundo é incomparavelmente bom e eterno. A razão pela qual o versículo usa melhor e mais duradoura é para efeito de comparação com a vida mundana.

 

18. Este está, seguramente, contido nas primeiras Páginas-

 

19. Nas Páginas de Abraão e Moisés.

O que é dito nos versículos 14-17 também está contido nas Escrituras anteriores. Mencionando apenas os Manuscritos dados a Abraão e Moisés, (a paz esteja com eles) funciona para atrair nossa atenção para sua posição elevada entre as Revelações anteriores. Algumas tradições dizem que antes do recebimento da Torá, o Profeta Moisés (a paz esteja com ele) foi dado um Manuscrito de 10 páginas

O ALCORÃO Com Interpretação Anotada por Ali Ünal, Tughra Books