SURA 102

AT-TAKÁÇUR (A RIVALIDADE NO ACRÉSCIMO MUNDANO)

 

Período de Meca

 

Esta Sura de 8 versículos foi revelada em Meca. É nomeada após a palavra, at-takáçur (A Rivalidade no Acréscimo Mundano) no primeiro versículo. Ela adverte contra a concorrência e o gabar-se a posse das coisas cada vez mais mundanas.

 

Em Nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

 

1. A rivalidade no acréscimo mundano (buscando e gabando-se da aquisição de coisas, riqueza, linhagem e posteridade) vos distrai (da própria finalidade da vida),

 

2. Até chegardes aos túmulos.

 

3. Não, de fato! Certamente, logo ireis compreendê-lo (quando a morte vos chegar)!

 

4. Novamente, não de fato! Certamente logo ireis compreendê-lo (quando fordes ressuscitados dos mortos)!

 

5. Não, de fato! Se soubésseis com certeza do conhecimento (então não iríeis colocar em desordem as prioridades).

 

6. Certamente ireis ver a Chama Ardente!

 

7. Então (quando fordes para o Outro Mundo), ireis vê-la com os olhos da certeza.

 

8. E, nesse dia, certamente sereis questionados a respeito de todos os favores (que vos foram agraciados)

 

Ou seja, há certos deveres relativos a todas as coisas do mundo que vos foram agraciados. Vós não deveis vos orgulhar por causa deles e sua abundância. Em vez disso, deveis agradecer a Deus porque Ele vos deu; ganhar e gastar vossa riqueza legalmente, fazendo isso principalmente com a intenção de usá-lo na causa de Deus, e educar os vossos filhos como bons crentes.

 

Esta Sura tem um significado semelhante ao versículo 57: 20: “Sabei que a presente vida mundana é apenas um jogo e diversão, pompa, e ostentação mútua entre vós, competição em bens e filhos - é como a chuva que cai sobre a vegetação, vivificando-a e compraz aos agricultores; (mas) logo seca e a vedes amarela, transformando-se em palha. Na Outra Vida há uma punição severa, mas também (há) o perdão de Deus e Sua complacência (que são eternos), enquanto a presente vida mundana é um prazer transitório e ilusório”.