• CIDI

O Ponto de Vista do Alcorão a Respeito do Livre Arbítrio Humano


A maior parte dos orientalistas acusa o Islam de fatalista, apesar de apenas uma pequena seita (a Jabiriya) defendeu o fatalismo. Pelo contrário, quase todas as filosofias ocidentais da história e, até certo ponto, o cristianismo, são fatalistas e baseadas nas supostas irresistíveis leis históricas. Os perfis daquelas filosofias da história podem ser resumidos no seguinte:


• A humanidade está firmemente progredindo na direção do final feliz.


• Esse progresso depende das fatalistas e irresistíveis leis da história, que são completamente independentes da humanidade. Portanto, devemos obedecer a essas leis se não quisermos ser eliminados.


• Não podemos criticar os estágios (isto é, primitivo, feudal, ou capitalista) através dos quais devemos inevitavelmente passar, porque nada temos de fazer do que passar por eles. Tais pontos de vista implicam no seguinte: As condições sócio econômicas e mesmo políticas presentes são inevitáveis, porque foram ditadas pela natureza, cujos decretos que somente o capaz e o poderoso conseguem sobreviver. Se essas leis favorecerem o Ocidente, as comunidades que escolhem sobreviver devem conceder ao domínio ocidental. O que distingue o conceito alcorânico da história das outras filosofias é o seguinte:


• Enquanto os filósofos da história ou sociólogos constroem suas concepções na interpretação dos eventos passados e nas situações presentes, o Alcorão trata com a matéria da perspectiva de princípios imutáveis.


• O Alcorão acentua a livre escolha individual e coletiva bem como a conduta moral. Apesar da Vontade Divina pode ser considerada como, de alguma forma, a contraparte de Geist na filosofia hegeliana e as absolutas e irresistíveis leis da história nas outras filosofias, o Alcorão nunca negou o livre arbítrio humano. Allah testa a humanidade aqui de tal forma que ela deve semear o “campo” do mundo para colher no próximo, na vida eterna. Por essa razão, tudo que acontece aqui são ocasiões que Allah causa para suceder um ao outro de tal forma que as pessoas boas e más podem ser distinguidas. O teste requer que um ser testado tenha livre arbítrio para escolher. Assim, de acordo com o Alcorão, somos aqueles que fazem a história, não compelidos pela Vontade Divina. Allah simplesmente utiliza a nossa escolha para realizar a Sua Vontade universal. Neste ponto é compreendido, as filosofias ocidentais da história e suas concepções de “inevitável fim” são vistos sem nenhuma base.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sonhos